A Coluna da Coluna

— Artigo 39 —

Artigo 39 – Os Magníficos 12

By |2021-02-11T13:03:45+00:0011/02/2021|Categories: Anatomia da Coluna, Coluna da Coluna, Coluna no Consultório|

Cada um dos 12 pares de nervos na cabeça (chamados de crânicos ou craniais) possui funções e características específicas. Cobrem os cinco sentidos: audição, visão, olfato, gustação, e até algum tato. Se originam do tronco do encéfalo (mais especificamente da ponte e da medula oblonga), e são numerados de acordo com a localização de seus núcleos. Quatro desses nervos contêm fibras do sistema autonômico parassimpático. E todos são imprescindíveis para a nossa sobrevivência e desenvolvimento.

  • O 1º NERVO CRANIAL, o Olfatório, é responsável pela nossa capacidade de sentir, identificar e decodificar odores.

  • O 2º NERVO CRANIAL é o favorito dos oftalmologistas. Recebe o nome de Óptico, soletrado assim com um “p” para diferenciá-lo do nervo “ótico”, que se refere à orelha. Concerne em decodificar imagens e gerar informações sobre visão.

  • Os músculos que movem nossos olhos são enervados pelos 3º, 4º e 6º NERVOS CRANIAIS (Oculomotor, Troclear, e Abducente). As fibras parassimpáticas do Nervo Oculomotor tem como função contrair a pupila e a lente (cristalino), controlando a entrada de luz para os olhos e facilitando nossa adaptação à mudanças de claridade.

  • O 5º NERVO CRANIAL é considerado o maior responsável pela sensibilidade do nosso rosto. É dividido em três partes (daí o nome Trigêmeo):

    a parte Oftálmica, que enerva a testa e acima dos olhos;

    a parte Maxilar, que enerva abaixo dos olhos e os dentes superiores;

    e a parte Mandibular, que enerva o queixo, e a parte da frente da língua. Esta última é a única subdivisão contém fibras motoras, responsável pelos 04 músculos de mastigação (temporal, masseter, pterigoideos medial e lateral). Uma inflamação deste nervo gera dores terríveis, e é conhecida por neuralgia do trigêmeo.

  • Devemos nosso sorriso ao 7º NERVO CRANIAL. O nervo Facial controla quase todos os músculos de expressão do rosto (sua disfunção chama-se paralisia de Bell), alguns músculos cutâneos da cabeça e pescoço, e é responsável pela sensação gustativa da parte da frente da língua (o trigêmeo zela pela sensibilidade desta), além das glândulas lacrimais, nasais e salivares — pelas fibras do sistema parassimpático.

  • O Vestíbulo-coclear, ou 8º NERVO CRANIAL é composto por 02 nervos diferentes, mas com funções interdependentes:

    a parte vestibular zela pelo equilíbrio;

    a parte coclear é responsável pela audição.

  • O 9º NERVO CRANIAL, o Glossofaríngeo, é responsável pela nossa deglutição, e supre a sensibilidade e a gustação da parte de trás da língua, bem como a parótida (nossa maior glândula de salivação) — tudo pelas fibras parassimpáticas.
  • O 10º NERVO CRANIAL é o maior, o mais complexo e simplesmente o responsável pela enervação de todos os órgãos da cavidade torácica e abdominal do nosso corpo — e é por isso chamado de Vago ou Pneumogástrico. Suas fibras parassimpáticas ajudam a regular o coração, pulmão, intestino grosso, bexiga, órgãos genitais, apêndice, estômago, pâncreas, vesícula, fígado, baço, rins, glândulas adrenais, esôfago, faringe, laringe e traqueia, entre outros. Conduz informação de dor em casos de inflamação, disfunção ou doenças em qualquer um deste órgãos.
  • O 11º NERVO CRANIAL, ou Acessório enerva somente alguns músculos da faringe e palato, mas sua principal função concerne o trapézio e esternocleidomastóideo.

  • O 12º NERVO CRANIAL (Hipoglosso) controla os movimentos da língua.

Os nervos craniais 11 e 12 dividem algumas fibras com o plexo cervical.

O 3º, 7º, 9º, e 10º (nervos craniais com fibras parassimpáticas) contam também com fibras antagônicas do sistema simpático, que se originam da coluna (de T1 a L2). Tais fibras são responsáveis pela enervação dos vasos sanguíneos dos demais nervos craniais.

Estas relações indiretas entre os nervos craniais com a nossa coluna é mais uma razão para cuidarmos bem dela.

About the Author:

Iury Borges Rocha formou-se Quiropraxista em 1996 pelo Palmer College of Chiropractic, em Davenport, Iowa - EUA. É também bacharel em Ciências pelo Palmer e tem Licenciatura em Comunicações pelo Scott Community College, em Bettendorf, Iowa, EUA. Atende em Ilhéus-BA e região. Atual Diretor Acadêmico e palestrante internacional da FLAQ e do IDQUIRO, já exerceu o cargo de Tesoureiro da ABQ e foi o primeiro Coordenador do programa de Quiropraxia da Feevale. Escreveu cerca de 300 artigos num período de cinco anos sobre diversos assuntos para o hoje extinto jornal Diário de Ilhéus — sempre tendo a coluna vertebral como pano de fundo.

Próximos Cursos

Não há eventos se aproximando neste momento.

Contatos

SGAS 910, Conj. B, Bloco A, Sala 13, Ed. Mix Park Sul, Asa Sul, Brasília, DF, 70390-100

Phone: +55 (73) 3231-5928

Web: www.idquiro.com